Linha Le Corbusier | Portobello Shop
www.portobelloshop.com.br/

Le Corbusier

A Les Couleurs Suisse AG de Zurique detém os direitos internacionais e exclusivos do sistema único de policromia arquitetônica “Polychromie architecturale” da Le Corbusier e concedeu à Gigacer Spa a licença de uso das cores originais Les Couleurs® Le Corbusier em suas coleções LCS Ceramics, grês porcelânico para arquitetura. LCS Ceramics é o primeiro sistema de cor Gigacer com base na Policromia arquitetônica da Le Corbusier. Materiais inovadores em grês porcelânico para arquitetura. Charles-Edouard Jeanneret-Gris, mais conhecido como Le Corbusier (1887–1965), é considerado o arquiteto mais importante da era moderna. Seu trabalho ainda tem grande influência na arquitetura e design contemporâneo. Ele projetou muitos edifícios e desenhou vários planos de desenvolvimento urbano em todo o mundo e atualmente a maioria de seus projetos arquitetônicos foi reconhecida pela Unesco como Patrimônio Mundial. Le Corbusier foi um artista completo e produziu uma grande variedade de obras de arte, tais como pinturas, esculturas, desenhos e colagens, esmaltagem, tapeçarias, entalhamento e mobiliário, e todos com o mesmo design inconfundível, os quais se tornaram verdadeiros ícones. Os esquemas de cores de seus edifícios e objetos de design eram tão importantes quanto a planta e a forma. Fascinado pelo equilíbrio de cores na natureza, Le Corbusier baseou sua “policromia arquitetônica” em uma escolha estruturada e artística de pigmentos. Le Corbusier acreditava que o aspecto fundamental no design era a harmonia das cores e o efeito que elas tinham sobre o homem e o espaço. Isso explica por que sua “Policromia Arquitetônica” ainda é uma importante fonte de inspiração nos designs de espaços e edifícios até hoje. Ao mesmo tempo, este sistema de cores único é uma garantia para qualquer projeto no que diz respeito a cor e arquitetura. A “Policromia Arquitetônica” consiste de 63 tons fascinantes, divididos em dois conjuntos de cores, uma criada em 1931 com 43 tons suaves e a outra em 1959 com 20 tons mais ousados. As cores são muito naturais e podem ser notavelmente combinadas entre si, tornando-se uma ferramenta altamente respeitada pelos designers e arquitetos.